Fernando Bignardi

Fernando-Bignardi

Graduado em Medicina pela Universidade Federal de São Paulo (1980). Pós graduado em Homeopatia, Pisicoterapia Psicossomática, caracterologia Reichiana e Equoterapia. Bem como em Geriatria e Gerontologia, Medicina Comportamental e Cuidados Integrativos pela UNIFESP.

Atualmente é coordenador do Centro de Estudos do Envelhecimento do Departamento de Medicina Preventiva da UNIFESP onde, além da pesquisa epidemiológica sobre o envelhecimento, vem desenvolvendo linha de pesquisa com a aplicação da Transdisciplinaridade à Saúde.
É Palestrante e Consultor em Medicina Corporativa, Qualidade de Vida e Sustentabilidade. Atuou em empresas como: Natura,Ara Cruz, Caixa Econômica Federal, Alcoa, BM&F, SESI, SEBRAE,etc. Foi destaque na matéria de Capa da Revista Isto é sobre a Medicina da Meditaçào pelo seu trabalho realizado no Centro de Estudos do Envelhecimento pelos resultados obtidos com o uso da Meditaçao como ferramenta de cura.



Tema da Palestra:

A doença como ferramenta de resgate do propósito de vida: Da saúde comprada para a saúde conquistada por meio da consciência e da revisão do estilo de vida numa cosmologia Quântica

O processo da vida na Terra desenvolveu a doença como um recurso sistêmico ou ecológico, que possibilita o realinhamento do ser vivo com suas necessidades essenciais, constituindo-se numa oportunidade para manter e ampliar as perspectivas do ser vivo.
No ser humano, em particular, configura-se como uma ferramenta de desenvolvimento da Humanidade, favorecendo a conscientização e realização do propósito essencial da Vida.
Quando a atitude acadêmica transdisciplinar e aplicada ao resgate da saúde, ancorada numa compreensão quântica do ser humano, em sua multidimensionalidade, observa-se o processo de cura e transcendência acontecer numa cascata de eventos que começa na reconexão da pessoa com sua dimensão espiritual (alcançada pelas práticas contemplativas), seguida pelo realinhamento da atitude mental e da postura física , viabilizando o resgate da plena vitalidade por meio da respiração consciente e rítmica acompanhada de um padrão reparador no sono e uma consequente condição de saúde física e mental com bem estar e qualidade de vida.
A adoção da meditação como recurso promotor de saúde pessoal e coletiva, tem se revelado como um importante instrumento no resgate da sustentabilidade individual e organizacional.
Este artigo apresenta as evidências científicas que respaldam as afirmações acima, e em particular, a cura de doenças crônicas, consideradas incuráveis numa visão convencional. O tratamento transdisciplinar possibilita as necessárias transformações no estilo de vida, que fazem com que uma pessoa exerça a responsabilidade sobre sua própria saúde tornando-se autor de uma biografia realizadora e próspera.
Desta forma a saúde deixa de ser um sub item da área de recursos humanos das empresas para se tornar um indicador de sustentabilidade pessoal e corporativa!
A sustentabilidade é, nesta abordagem, entendida como um processo de alinhamento com a rede de padrões sistêmicos que tudo sustenta e subsidia, alcançada por meio da consciência contemplativa (meditação).
Clique aqui para assistir ao vídeo onde Fernando Bignardi ensina técnica de meditação para aliviar dores nas costas